“Operação Brasil Integrado” promove dezenas de prisões e apreensões no RN‏



Entre os dias 02 e 04 de setembro, a Secretaria Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social (SESED/RN), através de órgãos de segurança pública Estadual e Federal, participou da “Operação Brasil Integrado”, uma iniciativa do Ministério da Justiça para o enfrentamento, de maneira articulada, aos mais diversos tipos de crime, em todos os nove Estados do Nordeste.

 

Durante 72 horas ininterruptas, homens das instituições Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, ITEP, Centro de Inteligência da SESED, além da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e do Exército Brasileiro realizaram iniciativas para neutralizar ações criminosas. Barreiras policiais, cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão, fiscalização de produtos controlados e contra crimes ambientais, abordagens à pessoas, à veículos e à estabelecimentos, além de blitzen da Lei Seca. Iniciativas que resultaram em dezenas de prisões, apreensões de armas de fogo, munição, drogas e veículos roubados, e recaptura de fugitivos do sistema prisional.

 

OPERAÇÃO BRASIL INTEGRADO: IDEIA POTIGUAR

 

Desenvolvida pelo Ministério da Justiça em parceria com os Estados do Nordeste, a Operação Brasil Integrado teve por objetivo melhorar as condições de segurança pública, especialmente na nossa Região, baseando-se no modelo promovido durante a Copa do Mundo.

 

Após os bons resultados obtidos na segurança ao longo do Mundial de futebol, viu-se a necessidade de se manter a estratégia de união de forças para o combate ao crime. “Falamos muito com o Ministro da Justiça, Eduardo Cardoso, sobre a importância do reforço nas fronteiras do país, por onde entram especialmente armas e drogas. Todavia, não poderíamos esquecer das divisas entre os Estados, pois sem fiscalização e policiamento nelas, os criminosos continuam atuando, e as armas e entorpecentes, circulando”, destacou o titular da SESED/RN, General Eliéser Monteiro. Foi a partir dos moldes da Operação Cadeado, criada aqui no RN, que se elaborou a Operação Brasil Integrado.

 

LEGADO DA COPA

 

Uma frase bastante dita antes e durante a Copa do Mundo, mas que muitas pessoas não sabem o seu real significado ou a dimensão da sua importância. Foi graças aos investimentos conquistados com o Mundial da Fifa, realizado em junho, e ao empenho dos homens que integram as forças de segurança, que a “Operação Brasil Integrado” alcançou números tão expressivos. Para isso, foram essenciais todos os equipamento adquiridos à época, desde o Centro de Comando e Controle Regional (CICCR), onde se concentraram a coordenação das ações e do fluxo de informações entre as equipes em atuação, passando pelas Delegacias Móveis e Centros de Comando e Controle Móveis (que foram deslocados para o interior a fim de dar mais agilidade aos trabalhos nestes três dias), chegando até aos tablet´s, armas, coletes, munições e veículos – tudo isto material novo – que foram utilizados pelos policiais em campo. “Ao todo, tivemos investimentos da ordem de R$ 35 milhões na área de segurança pública do Rio Grande do Norte”, enfatizou o Secretário Eliéser Monteiro. "No momento já estamos realizando reuniões pontuais visando à melhoria das ações futuras. Nós, profissionais da Segurança precisamos estar sempre inovando a forma de trabalhar para nos anteciparmos aos crimes, ou elucidá-los o mais rápido possível."

 

 

 

Fonte: Blog do BG



Postado em: 07/09/2014

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com