Mulher é presa no RN suspeita de matar envenenado o próprio marido



Taxista, Ivanildo do Carmo Silva, de 39 anos, morreu em Natal em 2010. Suspeita foi presa na manhã desta quarta (24) em Serra de São Bento.

 

 

A equipe da Delegacia de Homicídios (Dehom) de Natal prendeu na manhã desta quarta-feira (26), na cidade de Serra de São Bento, distante 88 quilômetros de Natal, uma mulher suspeita de ter matado envenenado o próprio marido. Taxista, Ivanildo do Carmo Silva morreu aos 39 anos no dia 20 de julho de 2010. Na época, a família desconfiou da causa da morte e solicitou exumação do cadáver.

 

De acordo com a delegada Karla Viviane, que comandou a operação denominada Curare (nome comum a vários compostos orgânicos venenosos), o motivo do assassinato seria interesse nos bens do marido. “A vítima possuía três táxis e, segundo apuramos nas investigações, ela o matou para ficar com os veículos”, explicou.

 

Karla Viviane afirmou também que a mulher foi envenenando o companheiro aos poucos, colocando substâncias tóxicas na comida dele. “Ivanildo do Carmo deu várias entradas no hospital até que veio a óbito”, afirmou.

 

Ainda segundo a delegada, o taxista chegou a ser velado e enterrado, mas a família desconfiou das causas da morte e solicitou a exumação do corpo. “Feito isso, foi encontrada a substância carbonato no cadáver. Esta substância está presente na composição de veneno de rato, chumbinho e agrotóxicos”, detalhou Karla Viviane.

 

A partir deste vestígio, a Dehom entrou no caso e iniciou as investigações ainda em 2010. Além do mandado de prisão contra a mulher, foram cumpridos outros cinco de busca e apreensão, sendo quatro na zona Norte de Natal e um em Serra de São Bento. Também foi realizado um procedimento de flagrante por porte ilegal de arma contra a irmã da acusada, que pagou fiança e foi liberada.

 

Curare

 

Curare é um nome comum a vários compostos orgânicos venenosos conhecidos como venenos de flecha, extraídos de plantas da América do Sul. Possuem intensa e letal ação paralisante, embora sejam utilizados medicinalmente como relaxante muscular ou anestésico.

 

 

 

Fonte: G1 RN



Postado em: 27/02/2014

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com