RN pode perder benefícios do Brasil Mais Seguro



Além dos mais de R$ 12 milhões perdidos nos últimos três anos, o Rio Grande do Norte corre o risco de perder benefícios que seriam viabilizados através do Programa Brasil Mais Seguro, do Governo Federal.

 

O acordo para implantação do programa que destinaria R$ 40 milhões ao Estado foi assinado em agosto passado, no entanto, até o momento, o Governo do Estado não garantiu a implantação de pelo menos seis projetos. As melhorias no âmbito da segurança pública esbarram na falta de efetivo e organização.

 

Lançado ano passado pelo Governo Federal, o Programa Brasil Mais Seguro integra o Plano Nacional de Segurança Pública do MJ e é coordenado pela Senasp. O Rio Grande do Norte foi o terceiro Estado a aderir ao programa. O foco principal é o aparelhamento e fortalecimento das polícias com objetivo de proporcionar a redução da criminalidade no Estado.

 

Para alcançar o objetivo, algumas metas foram estabelecidas. Uma delas é a criação da Divisão de Homicídios e reaparelhamento do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), que seria prioridade. Todavia, passado quatro meses após a assinatura da adesão ao programa, a secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) não conseguiu assegurar o programa.

 

Em reunião no último dia 10, com representantes da Segurança Pública e da Câmara Temática de Monitoramento de Homicídios, a chefe do Executivo Potiguar, Rosalba Ciarlini garantiu que serão feitos esforços para que esse novo núcleo de investigação seja criado com rapidez, mas não estableceu prazos.

 

 

 

Fonte: Tribuna do Norte



Postado em: 16/01/2014

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com