Polícia Civil apreende duas toneladas de maconha em Parnamirim



A Polícia Civil deflagrou a Operação Oriente e apreendeu mais de 1,5 tonelada de maconha prensada numa casa localizada na rua Parque das Candeias, bairro Nova Esperança, em Parnamirim. Até o momento 7 pessoas estão presas, entre elas Antonio Clemente Gonçalves dos Santos, de 52 anos, apontado como chefe da quadrilha e uma morreu durante troca de tiros com os policiais.
Antonio Clemente é natural de São Paulo e cumpria pena no regime semi-aberto por tráfico de drogas. O homem morto foi identificado como Anthony Andrews Saraiva da Cunha, de 22 anos. Ele era conhecido como Dinho.
Além da droga, a polícia apreendeu armas e pertences encontrados na casa. Parte da droga foi encaminhada para a Delegacia de Narcóticos. A apreensão é resultado de uma investigação que já durava oito meses. Há três meses, a Polícia já havia feito a apreensão de cerca de 700 quilos da droga com a mesma quadrilha.
Segundo o delegado Ulisses de Souza, da Delegacia Especializada em Narcóticos, a operação terá continuidade e estão previstos os cumprimentos de 15 a 20 mandados de prisão, incluindo os já cumpridos.
O delegado informou ainda que era comum os membros da quadrilha alugarem casas em Parnamirim para fazer a distribuição da droga. A maconha vinha do Mato Grosso do Sul, passava pelo estado de São Paulo e chegava ao Rio Grande do Norte, onde era distribuída até para outros estados da Região Nordeste.
Essa é a maior apreensão de maconha da história do Rio Grande do Norte.



Postado em: 23/12/2013

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com