Ministro da Justiça apoia presença de advogado no inquérito



Brasília – O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Coêlho, reuniu-se, nesta terça-feira (05), com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo para tratar da proposta que torna o advogado indispensável no inquérito.

 

Marcus Vinícius destacou que deve ser assegurado ao investigado o direito de apresentar suas razões e requerer diligências, assistido por advogado.  "O cidadão deve ter direito de apresentar sua versão dos fatos com a assistência de um profissional da advocacia".

 

Cardozo recebeu do presidente nacional da OAB o projeto e manifestou apoio à presença do advogado como indispensável para garantir ainda mais credibilidade à investigação. Para ele, a proposta tem o objetivo de agregar valor ao inquérito policial.

 

Também participou do encontro o secretário da Reforma do Judiciário do MJ, Flávio Caetano. As informações são do portal do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

 

 

 

Do portal do Conselho Federal da OAB
Foto: Eugenio Novaes/CFOAB
Fonte: Blog do Delegado



Postado em: 11/11/2013

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com