Investigações sobre assassinato de F. Gomes serão esclarecidas hoje



A Polícia Civil convocou entrevista coletiva para às 11h desta terça-feira (8), no Fórum de Caicó. O objetivo é esclarecer as investigações realizadas pela delegada titular da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), Sheila Freitas, sobre o assassinato do jornalista Francisco Gomes de Medeiros. Também estará presente o delegado-geral Fábio Rogério Silva. Acredita-se que serão apontadas as provas que embasaram o pedido de prisão de quatro pessoas, detidas entre os meses de março e maio desse ano.

O processo que apura o assassinato de F. Gomes, que transcorreu sob segredo de justiça, já resultou na prisão de quatro pessoas: o tenente-coronel da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Marcos Antônio de Jesus Moreira, o advogado Rivaldo Dantas de Farias, o pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral e o soldado da Polícia Militar, Evandro Medeiros. Além deles, já estavam presos o empresário Lailson Lopes e João Francisco dos Santos, o Dão.

Durante a entrevista coletiva, deve ser esclarecido os elementos que apontaram indícios de envolvimento por parte dos acusados. Como policiais, um advogado, um pastor, um empresário e um desempregado tramaram a morte do jornalista F. Gomes é o que todos querem saber. O caso passou por reviravoltas, após o Ministério Público solicitar novas diligências, que resultaram na prisão de novos suspeitos.

O jornalista e radialista F. Gomes foi assassinado na noite do dia 18 de outubro de 2010, na cidade de Caicó. Ele estava na calçada de casa, na rua Professor Viana, no bairro Paraíba, quando um homem chegou numa moto e abriu fogo. Atingido por três tiros fatais, foi levado para o Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos.     

Fonte Tribuna do Norte



Postado em: 08/05/2012

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com