Falta de vagas no sistema prisional do RN continua comprometendo trabalho da Polícia Civil



A falta de vagas no sistema prisional do Rio Grande do Norte continua comprometendo o trabalho da Polícia Civil no Estado. Há anos mostramos que a única solução para tal problema é a construção de novas unidades prisionais. O Governo inúmeras vezes comprometeu-se a construir e ampliar o número de vagas, compromisso nunca cumprido. Acordos judiciais para construção de novas unidades prisionais e ampliação do sistema foram firmados e continuam sendo descumpridos pelo Estado. Enquanto isso, a sociedade e as instituições policiais pagam o preço da omissão.

 

A polícia civil já não pode realizar operações policiais pois não tem onde colocar os presos. Cada flagrante realizado representa um problema e a pergunta: onde recolher a pessoa autuada? É uma vergonha, um absurdo! Além de não aparelhar adequadamente os organismos policiais, além de toda falta de estrutura e condições de trabalho, temos comprometida a nossa atividade basilar, autuar e reprimir a ação do criminoso.

 

Cobram eficiência da polícia judiciária. Perguntamos: Como se pode cobrar eficiência quando nem ao menos é disponibilizada a condição mínima para realização do trabalho? Até quando assistiremos aos improvisos? Quando teremos uma política de Estado séria em prol do cidadão? Quando teremos planejamento e investimentos que resultem em soluções definitivas?



Postado em: 07/05/2012

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com