RN tem maior índice de homicídios do país.



RN tem maior índice de homicídios do país.

 

 

O número de homicídios no Rio Grande do Norte atinge índices alarmantes. Nos seis primeiros meses deste ano, mais de 1,2 mil mortos por condutas violentas letais intencionas foram registradas no Estado, um crescimento de 22,8% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do Obvio - Observatório da Violência Letal Intencional no RN. São 34,2 mortes a cada grupo de 100 mil habitantes, em média quase 7 pessoas morrem por dia no Estado. A curva ascendente deste tipo de violência não se inicia tampouco para aí.

 

 

O Estado tem o pior índice do país no intervalo de dez anos, entre 2005 e 2015. As mortes resultantes de crimes violentos intencionais a cada 100 mil habitantes aumentaram 232% no RN, neste período, segundo dados do Atlas da Violência 2017, publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Em números de homicídios o crescimento chega a 280%, no mesmo período. 

 

 

O levantamento tem como base o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, consederado o mais confiável sobre causas de mortes no Brasil. E coloca o estade entre os três piores no país, quando verifica o período de cinco anos, de 2010 a 2015, com crescimento de 75,5% atrás somente do estado de Sergipe (+77,7%) e seguido do Piauí (+54%).

 

 

A publicação classifica o incremento como "extremamente preocupante" e alerta que os índices revelam "além da naturalização do fenômeno, um descompromisso por parte de autoridades nos níveis federal, estadual e municipal com a complexa agenda de segurança pública".

 

 

Para o consultor de Segurança Pública e coordenador de pesquisa do Obvio, Ivenio Hermes, o crescimento vertiginoso da violência homicida no RN mostra "com clareza" a informação de que as estratégias traçadas para o Estado não têm sido baseadas em diagnósticos adequeados. "Pelo menos, os diagnósticos existentes não tem conscientizado a gestão pública da complexidade do problema, que vem sendo tratado em ações pontuais, sazonais e muitas vezes tardiasm agudizando o problema sem sanar", disse.

 

 

O plano de segurança precisa avaliar adequadamente o problema, determinando ações que integrem os diversos setores de uma administração pública, entre os diversos órgãos do sistema de segurança. Priorizar e direcionar investimentos para suprir as reais necessidades de capital humano, equipamento e condições de trabalho", frisa Hermes.

 

 

Segundo o observatório, Natal é a cidade com o maior número de CVLIs registrados entre 1º de Janeiro e 29 de Junho de 2017. São 307 homicídios, um aumento de 3,4% nas mortes intencionais na comparação com o mesmo período de 2016, quando 297 pessoas foram assassinadas. No relatório do Obvio, Mossoró aparece como a segunda cidade com o maior registro de homicídios (128). Em seguida aparecem Parnamirim (83), Ceará-Mirim (79) e São Gonçalo do Amarante (47).

 

 

A secretária de segurança e defesa social, a delegada Sheila Freitas, credita a alta nos índices de violência número de fugas do sistema prisional, a sensação de impunidade, a quantidade de pessoas que são presas, autuadas e liberadas em audiências de custódia somadas a questão da crise econômica com o desemprego.

 

 

Mapa de Violência no RN

 

 

Mossoró - 128

Parnamirim - 83

Ceará-Mirim - 79

São Gonçalo do Amarante - 47

Macaíba - 45

São José do Mipibu - 26

Nísia Floresta - 32

Extremoz - 29

Caicó - 21 

 

 

FONTE: Tribuna do Norte 



Postado em: 10/07/2017

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com