ADEPOL RN participa da manifestação contra PEC da Previdência




O ato aconteceu em frente ao Congresso Nacional nesse dia 08 de fevereiro.

As manifestações convocadas pela União dos Policiais do Brasil (UPB) contra a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência (PEC 287/2016). Delegados Federais e Estaduais juntamente com demais profissionais da segurança pública se reuniram em frente ao Congresso Nacional, em Brasília e em atos realizados  em diversos aeroportos e cidades do  país.

Segundo os organizadores, cerca de 3 mil pessoas se concentraram no gramado ao frente ao Congresso Nacional, onde foi exposto um “cemitério” simbólico, com lápides e cruzes representando os policiais que morrem antes de se aposentar. Os profissionais da segurança pública também promoveram um abraçaço em torno do “cemitério” e fizeram um minuto de silêncio.

A proposição, de autoria do Poder Executivo, altera o texto da Constituição Federal, retirando a atividade de risco policial da legislação e desconsiderando a aposentadoria diferenciada para policiais. A PEC está em tramitação na Câmara dos Deputados.

Nesta quinta-feira (9), foi eleito o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) como presidente da comissão especial que vai analisar a reforma, após disputa com mais dois candidatos.

O relator da reforma da Previdência (PEC 287/16), deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), disse que pretende apresentar seu relatório em meados de março.

Ele vai propor seu plano de trabalho na próxima terça-feira (14), mas adiantou que planeja fazer oito audiências públicas e um seminário internacional para conhecer os sistemas de outros países.

O Delegado Federal Marcelo Borsio, coordenador de assuntos técnicos e jurídicos da UPB (União das Polícias do Brasil)  conta que a organização do movimento surgiu entre a classe dos Delegados Federais, mas todos os profissionais da segurança pública abraçaram a causa.

“A união surgiu ainda em 2016, com apenas alguns presidentes de associações policiais, para nos mobilizarmos contra a reforma da Previdência que estava sendo anunciada. Com a proposição da PEC na Câmara dos Deputados, várias outras entidades se uniram à causa, em um movimento histórico de união entre todas as categorias da segurança pública”, afirmou Borsio.

A presidente da ADEPOL-RN, Delegada Ana Claudia Saraiva, esteve presente na mobilização em Brasilia, acompanhada da Diretora de Defesa das Prerrogativas, Delegada Paoulla Maués, ambas destacam a importância das mobilizações na luta em favor da manutenção da aposentadoria especial dos profissionais de segurança pública do país, direito  assegurado na atual legislação, agora ameaçado pela proposta de reforma da previdência e reafirmam o compromisso de total empenho contra a pretensão do governo em eliminar direitos adquiridos e conquistas de anos de lutas daqueles que mantem a ordem e arriscam diariamente suas vidas contra o crime.

Todos os profissionais da segurança pública estão unidos para que a PEC 287 não seja aprovada na forma que foi enviada ao Congresso Nacional.



Postado em: 11/02/2017

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com