Força-tarefa elucidou 12 homicídios ocorridos em Parnamirim





Uma força-tarefa criada para investigar os homicídios ocorridos, entre 2000 e 2009, em Parnamirim, na Grande Natal, elucidou a autoria de 12 casos em apenas um mês de trabalho. A Polícia Civil constituiu uma equipe formada por uma delegada, três agentes e um escrivão para se debruçarem sobre inquéritos antigos, dentro de um prazo temporário de 30 dias.

“Nós observamos que em Parnamirim está acontecendo uma incidência crescente na realização deste delito, nos últimos anos. Muitos criminosos têm escolhido a cidade para realizar seus crimes. Diante disto, decidimos criar uma força-tarefa específica para elucidar estes homicídios. Assim, damos uma satisfação para várias famílias que ainda esperavam por uma resposta da Polícia Civil”, detalhou a diretora da Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN), delegada Sheila Freitas.

De acordo com a delegada Karla Viviane, responsável pelos trabalhos da força-tarefa, durante os trinta dias de atuação os resultados foram muito positivos. “Nós analisamos 24 inquéritos policiais e conseguimos elucidar a autoria em 12 deles, o que configura um índice de resolutividade de 50%. Tal resultado só foi possível porque contamos com a dedicação de nossa equipe de trabalho”, destacou a policial. Dos 12 homicídios elucidados, a Polícia Civil conseguiu indiciar nove suspeitos e pediu ao Judiciário a prisão de quatro deles.

“Diante da importância e da necessidade do trabalho desta força-tarefa, a Polícia Civil decidiu manter o trabalho deste grupo por mais 30 dias. Além disto, a força-tarefa também será implantada na cidade de Mossoró, ainda sem data definida”, disse Sheila Freitas.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN  (Degepol)



Postado em: 20/10/2016

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com