Polícia Civil faz mutirão para investigar crimes contra mulheres



Nesta quinta-feira (01), acontece na Delegacia de Polícia de São José do Mipibu, na Grande Natal, o 4o. Mutirão Maria da Penha, que tem como meta ouvir vítimas, testemunhas e suspeitos de crimes perpetrados contra mulheres. O mutirão tem como meta ouvir aproximadamente 50 pessoas e agilizar a finalização de inquéritos policiais.


“Dentro de 15 dias, esperamos enviar para a Justiça 40 inquéritos policiais. Parte dos inquéritos, 40%, é relativo a crimes cometidos durante este ano. Já os 60% são investigações de crimes ocorridos em outros anos. Este trabalho que nós fazemos no Mutirão é fundamental para chegarmos rapidamente a uma autoria definida de quem cometeu o crime contra a mulher e somar forças no combate a violência doméstica. Por sinal, estamos fazendo este trabalho de elucidação dos crimes, logo após o mês de comemoração pelos 10 anos da implementação da Lei Maria da Penha”, detalhou o delegado titular da DP de São José do Mipibu, Marcos Geriz.


O 4o. Mutirão Maria da Penha contou com apoio da Coordenadoria da Defesa da Mulher e das Minorias (CODIMM) e de policiais civis que fazem parte da Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN). 



Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN (Degepol



Postado em: 01/09/2016

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com