Polícia Civil está de prontidão com 20 equipes



Vinte equipes da Polícia Civil estão de prontidão, desde que foram iniciados os ataques, em diversos pontos do Rio Grande do Norte, atribuídos a facções criminosas.

Delegados de Distritais e Especializadas instituíram uma Força Tarefa e comandam os trabalhos para identificar os responsáveis pelos delitos, prendê-los e entregá-los à Justiça.

Um dos exemplos da atuação da Polícia Civil é a prisão de João Maria dos Santos de Oliveira, o “João Mago”, ocorrida na tarde deste domingo, 31, em Nova Parnamirim, na Grande Natal.

“João Mago” é suspeito de comandar os ataques. Em sua casa, os policiais encontraram R$ 300 mil em espécie, 20 tabletes de crack, 68 celulares, relógios, joias, duas pistolas – uma calibre 380 mm e outra .40 –, quatro carregadores e munições. O traficante estava foragido desde dezembro de 2015 do Presídio de Parnamirim, de onde saiu usando um falso alvará de soltura.

Os Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte somam-se às demais categorias que integram o aparelho da Segurança Pública, no intuito de inibir essa investida criminosa, independentemente de quem esteja em sua liderança.



Postado em: 01/08/2016

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com