Sesed apresenta resultados do Programa Ronda Cidadã na zona Leste de Natal



O Governo do Estado do RN, por meio da Secretária de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), divulgou nesta terça-feira (1), os dados estatísticos referentes a atuação do Programa Ronda Cidadã, nos primeiros meses de sua implantação, na Área Integrada de Segurança Pública 4 (AISP 4), que compreende os bairros de Mãe Luiza, Areia Preta e Petrópolis.  De acordo com os dados estatísticos apresentados pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine) da Sesed, apesar do pouco tempo de implantação do Ronda, as ações do programa tem demonstrado uma tendência de queda nos índices de violência, entre os meses de julho e outubro de 2015.


Quanto as ocorrências envolvendo roubos, o relatório demonstra que houve uma redução de 15% neste tipo de ocorrência e de 12,5% em relação aos furtos. Os crimes envolvendo entorpecentes, drogas e afins e o uso ilegal de armas de fogo foram os que registraram quedas mais significativas. No primeiro caso a redução foi 68,4%, passando de 19 para apenas seis casos e no segundo foi 50%, passando de 8 para 4. A maior presença policial nas ruas também possibilitou um maior registro de ocorrências do tipo lesão corporal, que em muitas vezes, no passado, acabavam subnotificadas. Neste período, pode-se constatar um aumento de quase 28%, passado de 18 para 23 casos. 

De acordo com os dados da Polícia Civil, o plano de atuação integrada do Ronda Cidadã tem possibilitado uma maior produtividade nos serviços oferecidos pela 4º Delegacia de Polícia Civil (4ª DP), responsável pela área. Desde a implantação do Ronda, no mês de julho, a 4º DP registrou um aumento de 107% na instauração de inquéritos policiais e 41,3% na confecção de Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO). A Polícia Civil também efetivou o cumprimento de quatro mandados de prisão, apreensão de duas armas de fogo e realizou duas prisões em flagrante, ações que não foram registradas no primeiro semestre. 

De acordo com o delegado Anderson Dutra Tebaldi, o aumento no número de procedimentos instaurados se tornará futuras ações penais em desfavor dos indiciados. “Estamos mostrando, por meio de uma maior produção dos serviços da Polícia Civil, por meio da confecção de inquéritos e TCOs que o crime não compensa e que quem infringir a lei será punido com rigor e de forma célere!”, disse o delegado. 

Quanto as ações de Policiamento Reativo, que atua na prevenção e repressão qualificada, por meio do patrulhamento com viaturas, motocicletas, a pé e com bicicletas, foram realizados, entre agosto e novembro, 4.855 abordagens a pessoas e veículos, apreendida 12 armas, registradas 72 atendimentos de perturbação do sossego alheio e a captura de 10 foragidos da justiça.

O maior número de atendimentos prestados neste tipo de serviço ocorreu no Bairro de Petrópolis (40%), seguido por Mãe Luiza (29,33%) e Areia Preta (4,67%). 

Já o atendimento Proativo, que atua no trabalho de acolhimento e inclusão social dos moradores e comerciantes da área, foram realizados no período de julho a outubro, 289 visitas comunitárias, 54 visitas a vítimas de violência, 30 pós-atendimento, 17 ações de distribuição de leite e mais de 200 documentos de identidade. 

“Na Ronda Cidadã de Visitas Comunitárias os policiais fazem visitas técnicas às residências, estabelecimentos comerciais, instituições, a fim de elaborar pequenos diagnósticos que subsidiarão o trabalho reativo, bem com a participação das demais secretarias envolvidas no Ronda Cidadã”, disse o 1º Tenente Reidson Crisanto da Silva, Subcomandante da 1ºCompanhia do 1º Batalhão de Polícia Militar.



Postado em: 02/12/2015

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com