NOTA DE ESCLARECIMENTO - ADEPOL



A ASSOCIAÇÃO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA CIVIL RN (ADEPOL/RN) vem a público manifestar os devidos esclarecimentos em face do incidente ocorrido no 15º Distrito Policial envolvendo uma Delegada de Polícia e um Advogado, fato que levou a Ordem dos Advogados do Brasil-Secção do Rio Grande do Norte a veicular nota de repúdio, de forma que nos cumpre prestar as seguintes informações:

Preliminarmente, não se pode olvidar do papel relevante que a advocacia tem como instituição, a qual compete preservar os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa.

Neste sentido, antes de qualquer pronunciamento, a ADEPOL/RN teve a cautela de buscar informações sobre os fatos. Sempre primando pelo respeito que deve haver entre as instituições e estabelecendo como prioridade o foco na busca da transparente apuração dos fatos através dos órgãos competentes, de modo que a verdade real possa ao final prevalecer, evitando-se pré-julgamentos.

É nosso dever registrar que a Delegada Danielle Filgueira deflagrou a ação policial em cumprimento a mandado judicial de busca e apreensão domiciliar, expedido pela 3ª Vara Criminal do Distrito Judiciário da Zona Sul da Comarca de Natal, visando coibir o tão repudiado tráfico de drogas, vez que o estabelecimento era alvo de dezenas de denúncias, onde funcionava conhecido ponto de venda e distribuição de entorpecentes na Vila de Ponta Negra, trabalho que culminou com a prisão em flagrante delito de dois indivíduos, tendo sido apreendidos aproximadamente 1 kg de droga, cerca de R$ 5.000,00 em espécie, além de um veículo supostamente utilizado para atividade ilícita, procedimento este já devidamente homologado pela autoridade judicial competente.

Vale salientar que a população do bairro de Ponta Negra clama diuturnamente pelo combate ao tráfico de drogas, tendo aplaudido a exitosa ação da Polícia Civil realizada em conjunto com a Polícia Militar no último sábado, dia 29 de agosto de 2015.

A ADEPOL confia no trabalho desenvolvido pela Delegada Danielle Filgueira, profissional cuja ficha funcional é isenta de qualquer mácula, destacando a importante atuação da referida autoridade policial quando atuou como Delegada da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado. Atualmente, há apenas 3 semanas à frente do 15º DP, já efetuou 15 prisões em flagrante delito, numa inequívoca demonstração de compromisso e competência profissional.

Cumpre-nos registrar que, no combate á criminalidade, a Polícia necessita do apoio da população e das instituições constituídas. Neste sentido, espera-se uma Polícia pautada na legalidade, no respeito à dignidade da pessoa humana, nas garantias constitucionais e nos direitos humanos, mas que não se deixe intimidar por quaisquer atos atentatórios à sua independência profissional.

Por fim, eventuais falhas praticadas por quaisquer das partes devem ser denunciados e apurados pelos órgãos competentes, devendo ser respeitado o devido processo legal, o contraditório e a ampla defesa. Repudiamos generalizações açodadas que atingem a toda a classe dos Delegados de Polícia deste Estado.

 

ADEPOL/RN



Postado em: 01/09/2015

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com