Denarc apreende mais de 20 kg de drogas e fecha laboratório de refino de cocaína na zona Sul



Policiais da Delegacia Especializada de Narcóticos de Natal (Denarc) apreenderam 20 quilos de drogas e fecharam um laboratório para o refino de cocaína nesta quinta-feira (12) na zona Sul de Natal. Além do material, três suspeitos foram presos.

 

Valor total da droga apreendida no Barro Vermelho chega a mais de R$ 1 milhão de reais

 

A operação foi coordenada pelos delegados Ulisses de Souza e Cláudio Henrique, da Denarc. Após uma denúncia anônima, os policiais começaram a monitorar uma quadrilha que estaria traficando drogas no RN e na Paraíba e que refinava o material em Natal, antes de ser distribuído.

 

De acordo com a polícia, a abordagem aconteceu quando um veículo modelo Golf vindo da Paraíba chegou em Natal para buscar parte da droga. Um dos criminosos estava em um outro carro - um Celta de cor branca - quando os dois veículos foram abordados pelos agentes. Neste último estavam quatro tabletes de cocaína, cada um pesando cerca de cinco quilos.

 

Os presos foram dois paraibanos de 24 e 40 anos, respectivamente, além de um potiguar de 23 anos. Após detidos pela equipe da Denarc, eles indicaram uma casa no bairro Barro Vermelho, na zona Sul, onde funcionava o laboratório para o refino da droga.

 

No local foram encontrados 32 quilos de pó mágico - material que é misturado à cocaína durante o processo de refino-, que valor estimado de R$ 160 mil, três prensas hidráulicas, produtos usados no refino da droga, uma pistola calibre .40, um revólver calibre 45, uma espingarda calibre 12 e uma granada. De acordo com a polícia, se fracionada a droga apreendida vale cerca de R$ 1 milhão e 200 mil.

 

Homem tenta subornar policiais e é preso

 

Um homem também foi detido nesta quinta-feira após tentar subornar policiais civis em casa de jogos clandestina na zona Sul de Natal. De acordo com a polícia, o estabelecimento funcionava em um condomínio de luxo da capital potiguar.

 

Segundo a Polícia Civil, o proprietário do imóvel teria oferecido R$ 5 mil reais para que o local não fosse fechado. Os agentes autuaram o suspeito em flagrante por corrupção ativa. Além dele, 17 clientes que estavam no local também foram presos, além de quatro funcionários e 30 máquinas, que foram apreendidas.

 

Existia a suspeita de que o dono da casa de jogos e os envolvidos no crime de tráfico de drogas, mas ainda não há confirmação por parte da Polícia Civil.



Postado em: 16/03/2015

<< Voltar

Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte - ADEPOL-RN
Rua João XXIII, nº 1848 - Mãe Luiza - Tel.: (84) 3202.9443 - Natal/RN
E-mail: adepolrn@gmail.com